Workshop

Dia 10 de Julho de 2018, 9h00

E. S. Martins Sarmento

As conchas numa perspectiva geológica

Lab F1-B1

Rute Coimbra - DG-UA e DCT-FCTUC

Pretende-se explorar o registo biológico contido em materiais geológicos recentes e antigos. Como exemplo perfeito de simbiose entre a biologia e a geologia, será abordada a utilidade das conchas ou respectivos moldes como ferramenta cronoestratigráfica, ecológica e paleoambiental em sedimentos marinhos recentes e rochas carbonatadas antigas. Como exemplo de uso de tecnologia de ponta em áeras emergentes da Geologia, serão apresentadas técnicas inovadoras de micro-mapeamento de conchas fósseis, discutindo objectivos e avanços mais prometedores em novas linhas de investigação paleoambiental.
Inclui uma componente prática de observação de manuseamento de macrofósseis e comparação com análogos modernos, oportunidade de proceder ao corte de conchas e amostrar pó das mesmas por micro-perfuração; estudo de diferentes areia de praia com o objectivo avaliar a contribuição de partículas bioclásticas para a composição das mesmas.

Lotação esgotada



Participantes

1 Albertina Sérgia Soares Fortes
2 Anabela Henriques Diogo Ribeiro
3 Arlindo da Cruz Tomaz
4 Carina Isabel Martins Ferreira
5 Celeste Maria Abelha Aires
6 Emília da Conceição Fernandes Simões
7 Helena Beatriz Rebelo Pinto
8 Maria Madalena Almeida Cerqueira da Silva
9 Pedro Ferreira Geraldes
10 Rogério Marques de Figueiredo


Identificação de plantas: revisitar o passado usando novos métodos

Sala B2-4

Paulo Alves e Rubim Almeida - DB-FCUP

A morfologia vegetal continua a ser a principal ferramenta de quem na prática necessita trabalhar com plantas. O workshop pretende relembrar alguns dados sobre a morfologia vegetal à luz dos atuais conhecimentos, entender algumas das alterações taxonómicas e nomenclaturais dos últimos anos e utilizar novas ferramentas, sobretudo as virtuais, que facilitam a identificação de plantas.

Informação aos formandos: Necessário que os participantes levem computadores.

Lotação esgotada



Participantes

1 Alberto Caeiro Pereira de Sousa
2 Ana Paula Índio de Jesus Augusto
3 António Marcelino de Campo Lopes
4 Carla Maria Marques de Freitas
5 Dalila Maria Romero Amandi de Sousa
6 Elizabeth Duro Vieites Mendes
7 José António Silva Melo Ferreira
8 Maria da Graça Gomes Gonçalves Pinto Veiga
9 Maria Emília Leite Pereira
10 Maria Helena da Lança Cruz
11 Maria Madalena da Silva
12 Maria Rita Ribeiro Ferreira Araújo
13 Maria Teresa Gonçalves Vieira
14 Orlando Eugénio Morais e Castro Guimarães
15 Rosa Maria Pereira Dinis
16 Sónia Marisa Lopes Ferreira
17 Teresa Maria Baltazar de Lacerda


O Pitchuko charmoso

Lab F1-B3

Bento Cavadas e Nelson Mestrinho - ESE-IPSantarém


Durante o workshop exploraremos uma atividade interdisciplinar desenvolvida para abordar as leis da genética mendeliana e probabilidades. Nessa atividade serão convidados a reproduzirem Pitchukos, um animal imaginário que possui várias características com transmissão mendeliana. Ao longo da atividade, os participantes irão produzir diferentes gerações, formando gâmetas com combinações aleatórias de genes, selecionados a partir do genótipo dos progenitores através do lançamento de uma moeda. A realização de tarefas associadas a estas experiências aleatórias permitirá relacionar este conteúdo ao estudo de conceitos de Teoria de Probabilidades, em particular a utilização de linguagem específica e ao cálculo de probabilidades.

Número máximo de participantes: 20

Fotos



Participantes

1 Alejandra Margarita da Silva Ferreira
2 Filipa Fontes de Azevedo Coutinho Gorjão-Henriques
3 Ilídio André Pinto Monteiro da Costa
4 João José Aires Afonso Génio da Silva
5 Luís Filipe Simões Barata
6 MARIA AUGUSTA OLIVEIRA SILVA CRESPO FERREIRA
7 Maria do Sameiro Amorim Guimarães Veloso
8 Marisa da Conceição dos Santos Cadilha
9 Renata Luísa Silva do Rosário
10 Rosa Marisa Matos Loureiro Gomes
11 Sílvia de Fátima Azevedo da Silva
12 Susana Manuela Loureiro Carneiro
13 Susana Paula Ferreira Tavares Nunes


Avaliação formativa, quizzes e telemóveis em sala de aula: Tríade (im)provável no Ensino das Ciências

Sala C2-16

Sofia Sá - Formadora Pedagógica ULisboa.

A avaliação formativa apresenta-se como um instrumento privilegiado de ajuste do processo educativo tanto para Professores/as como para Alunos/as, que ganham consciência sobre o nível de aprendizagem atual e podem, de acordo, definir estratégias para ultrapassar os desafios encontrados durante a aula. A integração desta prática pedagógica indispensável tem vindo, nas últimas décadas, a ser realizada e carece de intencionalidade, planificação e, simultaneamente, de diversificação nos métodos e técnicas utilizadas.
A implementação em sala de aula de quizzes, utilizando os telemóveis do grupo para o efeito, promove a criação de momentos interactivos e ricos pedagogicamente, potenciando a participação dos/as estudantes, o seu foco durante o processo e, consequentemente, melhores aprendizagens. O objetivo deste workshop é reflectir sobre o papel da avaliação formativa e conhecer os procedimentos para a criação de quizzes. A metodologia utilizada será predominantemente activa e colaborativa, utilizando grupos dos mesmos graus de ensino para a criação de quizzes adequados aos conteúdos leccionados.

Informação aos formandos: Necessário computador portátil para a criação de quizzes e telemóvel para a realização de quizzes dos/as outros participantes do workshop.

Lotação esgotada



Participantes

1 Ana Isabel Lino Duarte
2 Ana Rita Leitão Gonçalves Soares Vieira
3 Helda Marisa Rodrigues Aguiar Silva
4 Inês Silva Dias de Carvalho
5 Luís Filipe Torres Moreira
6 Magda Filomena Almeida Reis
7 Maria Alzira da Cunha Matias
8 Maria Isabel Sá Venda
9 Maria Luisa da Silva Ribeiro
10 Maria Teresa Barreiros Esteves Nunes Gil Conde
11 Marta Felismina Fontes de Pinho Ribeiro
12 Raquel Maria Cepeda dos Santos
13 Ricardo Augusto Marques da Costa
14 Sandra Cristina Pereira Teixeira Pinto


O Tempo Geológico esse gigante dos Milhões

Lab F1-B2

Vera Lopes, Tânia Ferreira e Ana Costa - LabGExp - DG-FCUL

Em Geologia as unidades de tempo são medidas em Milhões de anos - números demasiado grandes para o entendimento generalizado dos nossos estudantes. Por esse motivo se utilizam como análogos, para ajudar a compreensão, grãos de arroz, pacotes de arroz e até camiões com caixas de pacotes de arroz, para se entender a grandeza dos números nos eventos Geológicos mais relevantes na Geologia de Portugal. Vão ser dados alguns exemplos de como tratar números tão grandes com alguns matérias simples e de modo intuitivo.

Lotação esgotada.

Fotos



Participantes

1 Adélia dos Anjos Morais Pires
2 Alexandra Maria Martins Pereira
3 Ana Paula de Oliveira Araújo
4 Andreia Filipa da Silva Pedrosa
5 Cândida Maria Pito de carvalho
6 Catarina Sofia Fontes Gonçalves da Cunha
7 Eleonora Isabel Nunes Belchior
8 Helena Carla de Abreu e Sá
9 Manuel Rodrigues Mateus
10 Maria Cândida Alves Faria da Costa
11 Maria Cecília de Oliveira Ferreira Dias
12 Maria João Madureira Pinto
13 Maria Margarida da silva Roque
14 Marta Ribeiro Figueiredo de Jesus Fernandes
15 Pedro Jorge Portela de Oliveira
16 Sofia Damiana Pires de Jesus
17 Sónia Cristina Vicente Guimarães


Educar para mitigar a evolução de resistência a antibióticos: o contributo dos laboratórios virtuais

Lab F1-B5

Maria João Fonseca - Museu de História Natural e da Ciência da Universidade do Porto

A descoberta e desenvolvimento de antibióticos estão na base da nossa capacidade de controlo de doenças infeciosas. Não obstante, a utilização desregrada nas últimas décadas destes compostos tem estado associada à emergência e rápida disseminação da resistência a antibióticos. Neste contexto, torna-se urgente educar a população para a utilizar racional destes medicamentos. Poderão os laboratórios virtuais oferecer oportunidades inovadoras e eficazes de promover aprendizagens significativas que contribuam para atingir este objectivo? Nesta workshop, explorar-se-ão alguns exemplos interessantes com vista a responder a esta pergunta.

Nota aos formandos: os participantes devem trazer portátil.

Lotação esgotada.

Fotos



Participantes

1 Alcina Eduarda Ferreira Salgado LObo
2 Almerinda Maria do Espírito Santo Serra Marques
3 Ana Cristina de Sousa Amaral
4 Ana Maria Correia de Almeida
5 Anabela Costa Abreu
6 Ângela Fernanda Corriça Vaz
7 Ângela Martinha Pacheco Nunes Rodrigues
8 Aurora Manuela Pinto Teixeira
9 CARLA CRISTINA DE ASSUNÇÃO MATEUS
10 Carla Maria Esteves Martins
11 Carmelina Helena Faria da Silva
12 Cristina Maria Batista Pinto
13 Deolinda do Céu Magalhães Mendes
14 Elisa Maria Martins Alves
15 Judite Adães
16 Laura Rosária dos Santos Figueiredo e Silva
17 Maria da Graça de Jesus Almeida Lopes
18 Maria de Fátima Teixeira de Faria
19 Maria Isabel Sousa Ribeiro de Abreu
20 Patrícia Carla Costa Garcia da Silva Patrício
21 Paula Carla Machado Silva
22 Paula Cristina de Melo da Silveira Malheiro
23 Paula Cristina Rodrigues Andrade
24 Rita Cláudia da Costa Ramos
25 Rosa Maria Magalhães Esteves Rodrigues
26 ROSÁLIA ANTUNES RIBEIRO
27 Vera Lúcia Moreno Rodrigues


Fotossíntese no Ensino Secundário, com recurso a computadores

Lab F1-B4

Anabela Bernardes da Silva - DBV-FCUL

A quantidade de informação disponível "on-line” é vastíssima e facilmente acessível, mas nem toda correcta. Neste workshop propomos ajudar a seleccionar os materiais adequados para perceber a fotossíntese, ao nível do ensino secundário. A partir de alguns vídeos sobre fotossíntesse de acesso livre no YouTube, que indicaremos, grupos de 3 a 4 pessoas irão escolher o que entendem ser o mais adequado para alunos do Ensino Secundário. A justificação das escolhas feitas será o ponto de partida para, em conjunto, discutirmos e actualizarmos os conhecimentos sobre fotossíntese.

Nota aos formandos: os participantes devem trazer portátil.

Número máximo de participantes: 15

Fotos



Participantes

1 Ana Filipa Louro
2 Ana Paula da Silva Goncalves
3 António Carlos Moreira da Silveira
4 António Manuel Leitão Macedo Varela
5 Cláudia Maria Pinto de Barros Moreira
6 Isabel Fernandes Ribeiro
7 Luís Filipe Gomes Pacheco Magalhães
8 MARIA LUCINDA FERREIRA MIRANDA VASCONCELOS MOTTA
9 Marília de Fátima Maia Dias
10 Salomé Lemos da Cruz


A Terra vista do espaço - o que nos diz a Geologia?

Sala C1-10

António Guerner Dias, Sara Leal, Ana Marta Gonçalves e Ana Cláudia Santos - DGAOT-FCUP

A realidade mostra que os progressos tecnológicos associados à imagem são tremendos, sendo amplamente aplicados no estudo da Terra. Tão ou mais importantes do que as tecnologias em si, são as possibilidades de informações que elas nos fornecem.
Nesta atividade pretende-se explorar diversos recursos ligados ao uso da imagem (imagens de satélite, fotografia aérea, imagens de voos com recurso a drones, …) onde se enfatizará a tipologia e importância da informação geológica que delas podemos retirar, bem como as diferentes áreas das geociências onde podem ser aplicadas. Estas informações podem ser de natureza variada, nomeadamente aspetos da litologia, do relevo, da tectónica, da hidrogeologia, da dinâmica costeira entre muitas outras possibilidades.
Pretende-se, ainda, mostrar a evolução histórica destes recursos e as suas aplicações nas Ciências da Terra com o desenvolvimento de atividades experimentais, relacionadas com a análise de imagens e cartografia geológica, permitindo a disseminação de conhecimento sobre as Ciências da Terra de forma prática e criativa, contribuindo para um melhor conhecimento da Geologia de Portugal e dos seus recursos.

Lotação esgotada

Fotos



Participantes

1 Amélia Margarida Magalhães Cardoso
2 Ana Maria Baptista Caldeira Pais Luimar - Sociedade de Ensino Particular
3 Andreia Isabel Vilão Silva
4 Andreia San-Bento dos Santos
5 Andreia Sofia Fernandes Constante
6 Bruno Filipe Pereira de Sousa
7 Cristina Maria Gomes Alves
8 Eugénia Maria Natário Cordeiro
9 Fernanda Maria Pinto Correia da Costa
10 Helder Fernando Rego da Silva
11 Juliana Rosa Pimentel Machado
12 Leonor do Céu Mendes Monteiro
13 Manuel Agostinho Nascimento Conceição
14 Maria do Carmo Branco Miranda
15 Maria dos Anjos Leitão Nabais
16 Nuno Ribeiro
17 Patrícia Ferreira Mondragon
18 silvia Lizi Gonçalves de Castro Correia
19 Sonia Sofia Catarino Barreiras


Do DNA aos Genes e à Genómica Comparativa: A Bioinformática na Sala de Aula

Sala C1-14

Fernando Tavares e Ana Sofia Martins - DB-FCUP e CIBIO - Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos/InBIO – Laboratório Associado - UP

Reconhecendo as exigências do programa curricular para a Biologia no ensino secundário, neste workshop procuraremos explorar o potencial da bioinformática como recurso didático para abordar conteúdos como a organização e regulação do material genético, até à temática da evolução. Partindo de uma análise in silico de uma sequência de DNA propomos identificar genes e determinar as funções putativas dos seus produtos. Adicionalmente, recorrendo a recursos bioinformáticos de genómica comparativa será ainda analisada a presença de determinados genes em diferentes grupos taxonómicos de forma a inferir relações evolutivas. Esta atividade contribuirá para uma abordagem holística de noções básicas de genómica, genes e proteínas, assim como elaborar hipóteses evolutivas que possam explicar o mesmo contexto genómico em taxa distintos.

Informação aos formandos: Necessário computador portátil por cada dois participantes.

Número máximo de participantes: 20

Fotos



Participantes

1 Abílio Aníbal Mendes Pinto
2 Augusta Maria Rodrigues Torres Pinto
3 Cláudia Moreira
4 Jorge António Côrte-Real Marinho
5 Maria de Fátima Marques Rios da Silva
6 Maria do Céu Braziela Alves
7 Maria dos Anjos Miranda Rodrigues Tomaz
8 Maria Gabriela Vieira Janeiro Chaves
9 Maria José Isidoro Alves
10 Rita Cardoso Coelho
11 Sandra Cristina Lopes da Cunha Libório de Aguiar
12 Teresa Maria Brandão da Mota



Workshops SERA

E. S. Francisco de Holanda

Os professores de Biologia/Geologia (Grupo 520) têm a possibilidade de optar por workshops organizadas pela Seismology and Earthquake Engineering Research Infrastructure Alliance for Europe. Estes workshops de Sismologia e Engenharia Sísmica (WSES) são promovidos pelo projeto europeu SERA (http://www.sera-eu.org).



E. S. Francisco de Holanda

Sismologia experimental na sala de aula

Sala C-25 (E. S. Francisco de Holanda)

Fatima Moujdi - GEOAZUR Team Education and Outreach, France, Paul Denton - British Geological Survey, Keyworth, Nottingham, UK

Esta workshop apresentará uma visão geral da ciência envolvida na sismologia observacional, complementada com demonstrações práticas “hands-on” que demonstram alguns dos conceitos fundamentais da sismologia. Após uma descrição curta das atividades, haverá uma feira de actividades onde cada participante pode experimentar as várias actividades práticas da workshop. Os participantes irão aprender a usar técnicas e ferramentas para aquisição de dados utilizando software dedicado, e trocar ideias novas para as suas aulas de ciência com base nas várias atividades práticas.

Workshop ministrado em inglês, com o acompanhamento de especialistas portugueses para o auxílio na compreensão da língua.

Observações: Este workshop é disponibilizado pelo projeto SERA. Existem duas modalidades de participação nestas workshops: A) Qualquer participante inscrito no Encontro tem acesso à workshop, bastando para isso fazer a inscrição na workshop de forma semelhante às restantes workshops. B) Aos participantes que desejem frequentar dois workshops SERA (manhã e tarde), o projecto SERA pagará a taxa de inscrição no Encontro. Estes candidatos devem enviar o pedido de pagamento da inscrição no Encontro por email para sismologianasescolas@gmail.com, juntamente com as workshops que desejam frequentar. Todas as inscrições são feitas por ordem de inscrição, até o número limite de participantes estar preenchido.

Lotação esgotada.



Participantes

1 Ana Cristina Martins Rito
2 Ana Paula Costa Coelho
3 Dulce Manuel Cruz Henriques de Lima
4 Isabel Maria Rodrigues de Castro Santos Silva
5 Isolina Virgínia Pereira da Silva
6 João Lopes Pacheco
7 Marco Manuel Rocha Mendes
8 Maria Helena Rodrigues Marques
9 Marta Isabel Palhim Cardoso
10 Renata Judite costa Alves
11 Ricardo Afonso dos Santos
12 Teresa Conceição Marques Silva


Engenharia sísmica nas escolas

Sala C-26 (E. S. Francisco de Holanda)

Colin Taylor - University of Bristol, UK / Earthquake Engineering and Luiza Dihoru - University of Bristol, UK

Neste workshop vamos mostrar como princípios fundamentais relacionados com a engenharia sísmica podem ser explicados aos alunos através de atividades práticas simples. Vão ser usados recursos educacionais desenvolvidos pelo projecto IDEERS (http://www.ideers.bris.ac.uk). Os temas das atividades incluem: resposta dos edifícios a terramotos e frequências naturais, porque é que bons edifícios ficam de pé e maus edifícios colapsam, estruturas sociais e comunitárias que facilitam uma boa engenharia sísmica nas cidades, etc. O projecto IDEERS foi desenvolvido por professores e especialistas de educação científica com o objectivo de desenvolver um recurso apelativo para ensinar princípios fundamentais de ciência, ambiente, princípios de design e ciência social através de um contexto holístico, nomeadamente através do impacto de sismos na vida dos cidadãos e comunidades. É baseado em actividades de design, onde os participantes criam o design, constroem e testam os seus edifícios resistentes a terramotos. Embora seja focado no currículo de alunos de 12-14 anos do Reino Unido, as actividades IDEERS têm sido aplicadas com sucesso com alunos desde o nível primário até ao nível universitário, no Reino Unido, Taiwan e Roménia. Este workshop permitirá aos participantes explorem os recursos do IDEERS de forma autónoma.

Workshop ministrado em inglês, com o acompanhamento de especialistas portugueses para o auxílio na compreensão da língua.

Observações: Este workshop é disponibilizado pelo projeto SERA. Existem duas modalidades de participação nestas workshops: A) Qualquer participante inscrito no Encontro tem acesso à workshop, bastando para isso fazer a inscrição na workshop de forma semelhante às restantes workshops. B) Aos participantes que desejem frequentar dois workshops SERA (manhã e tarde), o projecto SERA pagará a taxa de inscrição no Encontro. Estes candidatos devem enviar o pedido de pagamento da inscrição no Encontro por email para sismologianasescolas@gmail.com, juntamente com as workshops que desejam frequentar. Todas as inscrições são feitas por ordem de inscrição, até o número limite de participantes estar preenchido.

Número máximo de participantes: 20



Participantes

1 Adelina Cristina Gomes
2 Alda Maria Senra Martins
3 Ana Francisca Poeiras de Pinho Campos
4 Ana Paula de Oliveira Marinho Pinto
5 Cláudio Silva Saragoça
6 Francisco José Magalhães e Reis Brandão dos Santos
7 Maria de Lurdes Macedo de Araújo
8 Maria Inês Miranda Barbosa
9 Maria João Pereira Ferreira
10 Maria José Quintela Ferreira Castelo Branco
11 Maria Manuela Tavares da Silva Lopes
12 Marta Augusta da Silva Sousa


Sismotectónica regional da Ibéria-Açores

Sala C-27 (E. S. Francisco de Holanda)

Susana Custódio - DEGGE-FCUL

Nesta workshop iremos explorar o enquadramento geodinâmico que é responsável pela atividade sísmica e vulcânica em Portugal, da Península Ibérica aos Açores, ilustrando-o com atividades que podem ser reproduzidas em sala de aula. Vamos ainda explorar os conceitos de magnitude e intensidade sísmica, bem como a sua utilidade na disseminação de informação de cidadania depois de um terremoto forte. Vamos finalmente explorar vários tipos de aplicações para smartphones e tablets de informação sobre actividade sísmica em tempo real.

Observações: Este workshop é disponibilizado pelo projeto SERA. Existem duas modalidades de participação nestas workshops: A) Qualquer participante inscrito no Encontro tem acesso à workshop, bastando para isso fazer a inscrição na workshop de forma semelhante às restantes workshops. B) Aos participantes que desejem frequentar dois workshops SERA (manhã e tarde), o projecto SERA pagará a taxa de inscrição no Encontro. Estes candidatos devem enviar o pedido de pagamento da inscrição no Encontro por email para sismologianasescolas@gmail.com, juntamente com as workshops que desejam frequentar. Todas as inscrições são feitas por ordem de inscrição, até o número limite de participantes estar preenchido.

Lotação esgotada



Participantes

1 Alexandrina Maria Melo da Silva
2 Ana Paula da Rocha Alves Frota
3 anabela Santos Dias
4 Cecília Maria Abreu Esteves
5 Eunice Alexandra Silva Ferreira
6 Eunice Mota Viegas dos Santos
7 Hélder José Rodrigues Pereira
8 Jesuína Maria da Silva Miranda Pereira
9 Jorge Humberto Lince Duarte
10 Liliana Patrícia de Sousa Miranda
11 Ludovina Maria Abreu Esteves Esteves
12 Luísa Maria Veríssimo Freire Carvalho
13 Maria Augusta Carvalho Gonçalves
14 Maria Celestina Anca Henriques
15 Sara Fonseca da Silva

Email de contacto:
5ei@casadasciencias.org