Título

Caravela-Portuguesa

Editor

Nuno Formigo

Partilhar

Descrição

A caravela não é um único organismo. É formada por um conjunto de 4 tipos de organismos cnidários que se inter relacionam para garantir a sua sobrevivência. A estes organismos damos o nome de pólipos ou zooides. A caravela portuguesa (Physalia physalis) pode ser classificada como uma colónia de organismos que, apesar de diferentes, partilham o mesmo ADN entre si. As caravelas, ao contrário das alforrecas, não conseguem nadar. Por isto um dos pólipos é responsável por se encher com gás, formando uma espécie de vesícula à superfície (pneumatóforo) que funciona como uma vela. Esta vesícula pode atingir 30cm de comprimento e 15cm de altura e os tentáculos urticantes (com cnidócitos) podem atingir 30 metros. Variam entre uma coloração rosa, violeta e um azul intenso com um brilho espelhado ou com um aspeto gelatinoso. Não confundir com uma medusa!

Classificação

Physalia physalis

Localização

Praia Foz do Arelho (Caldas da Rainha)

Data de Publicação

13 de Dezembro de 2023

Data de Realização

2023-08-17

Nº de visualizações

886

Resolução

4080px X 2296px

Formato

.jpg

Tipo De Imagem

Fotografias

Licença de utilização Creative Commons CC BY-NC-SA 4.0

Imagens Relacionadas