Título

Olhos, Probóscide e Antenas da Borboleta

Editor

Pedro Pires

Partilhar

Descrição

As borboletas têm um par de olhos compostos. Cada olho tem até 17.000 mini olhos, cada um com sua própria lente, uma haste única e até três cones. Os olhos têm fotorreceptores para até nove tonalidades, uma das quais é o ultravioleta, portanto comprimentos de onda de luz de 254 a 600 nm. A probóscide é uma estrutura tubular de alimentação que, nesta foto, se encontra esticada, pois a borboleta está a alimentar-se. De outra fora estaria firmemente enrolada contra a cabeça do inseto. As antenas (um par) ajudam estes insetos a encontrar o caminho e a localizam-se umas às outras. As antenas das borboletas trabalham junto com sensores nos pés como ferramentas essenciais para encontrar comida, migrar, acasalar e dormir. Têm recetores de cheiro nas antenas e pernas, permitindo que sintam as flores cheias de néctar impedindo que percam tempo com flores vazias de alimento. Também, detetam feromonas de outras borboletas, ajudando-as a encontrar parceiros na hora do acasalamento.

Classificação

Colias crocceus

Localização

Alcobaça

Data de Publicação

4 de Janeiro de 2024

Data de Realização

2023-10-27

Nº de visualizações

1218

Resolução

2109px X 1200px

Formato

.JPG

Tipo De Imagem

Fotografias

Licença de utilização Creative Commons CC BY-NC-SA 4.0

Imagens Relacionadas