Título

Libelinha vaso-grego e exúvia de Libélula púrpura

Partilhar

Descrição

Libelinha do vaso-grego (Erythromma lindenii) pousada no mesmo junco onde está a exúvia duma Libélula-púrpura, Trithemis annulata - ID do entomólogo Albano Soares . As Libélulas e Libelinhas, após o acasalamento, fazem posturas dos ovos em meio húmido. Deles nascem vorazes larvas aquáticas que, a determinada altura do seu desenvolvimento, agarram-se com as patas à vegetação e sobem para fora de água. Esta larva, em condições favoráveis, sofre metamorfose e do interior do exoesqueleto (esqueleto externo de protecção do animal) da larva, eclode uma libelinha ou libélula, com asas e com o aspecto que lhes conhecemos. As exúvias vazias ficam presas na vegetação como se vê na imagem e, em alguns casos, permitem identificar o animal.

Classificação

Erythromma lindenii e exúvia de Trithemis annulata

Localização

Manique do Intendente, Azambuja

Data de Publicação

21 de Julho de 2020

Data de Realização

2020-06-12

Nº de visualizações

109

Resolução

3655px X 2741px

Formato

.JPG

Tipo De Imagem

Fotografias

Licença de utilização Creative Commons CC BY-NC-SA 4.0

Imagens Relacionadas