Título

Retenção de água na superfície de musgos

Editor

Jose Pissarra

Partilhar

Descrição

Apesar da sua pequena dimensão, os musgos desempenham nos ecossistemas um importante e frequentemente menosprezado papel na retenção da água e manutenção da humidade, ajudando, entre outros aspetos importantes, a evitar a propagação de incêndios e a preservar a biodiversidade. Esta imagem, captada em alguns dos musgos que colonizam os muros do Jardim Botânico de Coimbra, foi feira após uma chuvada e pretende dar a estes seres vivos a merecida visibilidade que a sua reduzida dimensão dificulta. A capacidade de reter a chuva e a humidade do orvalho, está evidenciada pelos esporófitos destes musgos que "seguram" entre si, uma verdadeira "bola de cristal" feita do precioso líquido essencial à vida - a água. É também visível a coifa ou caliptra (remanescente do arquegónio) que está a proteger o opérculo de cada cápsula, onde são produzidos os esporos. Com o desenvolvimento e maturação da cápsula, a coifa será descartada, seguindo-se a deiscência do opérculo que tapa a cápsula, deixando exposto o anel de dentes do perístoma que abre e dispersa os esporos. (Dimensão aproximada do espórofito 3 mm).

Classificação

briófitas, musgo, água, ciclo da água, esporófito, coifa,

Localização

Jardim Botânico de Coimbra

Data de Publicação

24 de Março de 2024

Data de Realização

2024-02-10

Nº de visualizações

83

Resolução

4501px X 6000px

Formato

.jpg

Tipo De Imagem

Fotografias

Licença de utilização Creative Commons CC BY-NC-SA 4.0

Imagens Relacionadas