Título

Allium triquetrum L.

Partilhar

Descrição

Planta até 40 cm de altura. Folhas 2 a 5, lineares. Inflorescência em umbela com 3 a 15 flores, frequentemente, unilateral. Flores pendentes, de perianto campanulado, branco. Tépalas lanceoladas, com faixa longitudinal verde. O fruto é uma cápsula polispérmica deiscente.

Família: AMARYLLIDACEAE

Nome Vernáculo: Alho-bravo, Alho-triangular-branco.

Ecologia: Erva bolbosa, frequente em baldios e locais perturbados. Pode também ocorrer em comunidades herbáceas, clareiras de pinhais e carvalhais, taludes, bermas de estrada, relvados, terrenos agrícolas, de preferência em locais sombrios e húmidos.

Floração: Abril a Junho.

Estatuto: Possivelmente nativa. No entanto, está descrita como natural do sudoeste da Europa e noroeste de África, Madeira e das ilhas Canárias; atualmente já está naturalizada no continente americano, Austrália, Grã-Bretanha e Turquia.

Observações: Folhas, flores e bolbos podem ser consumidos. O bolbo, que tem um leve sabor a alho, pode ser consumido cozinhado ou cru, devendo ser colhido no início do Verão, podendo ser armazenado durante cerca de 6 meses. As folhas (cruas ou cozinhadas) podem ser usadas como substituto do alho-francês, sendo excelentes em saladas (quando jovens), cozinhadas ou usadas como condimento, e têm um sabor mais suave que a cebola. As flores, com um leve sabor a alho, devem ser consumidas cruas e/ou como decoração em saladas.

Classificação

Allium triquetrum L.

Localização

Polo 3 da UPorto

Data de Publicação

22 de Março de 2019

Nº de visualizações

242

Resolução

1948px X 1299px

Formato

.jpeg

Tipo De Imagem

Fotografias

Licença de utilização Creative Commons CC BY-NC-SA 4.0

Imagens Relacionadas